Ateno! Este site foi descontinuado em 18/05/2016. Visite o novo site: clique aqui.
Notícias

Destino: Miranorte, Tocantins

02/07/2012

Desde o dia seis de junho, estão acontecendo os encontros com os Rondonistas para a Operação Capim Dourado, do Projeto Rondon I/2012. Será no dia 13 de julho a partida do grupo, o qual sairá de Santiago, rumo a Miranorte, no Tocantins, para a realização de propostas enviadas para o Ministério da Defesa. Segundo a professora, que coordena a equipe de Rondonistas, Carla da Silveira Dornelles, os alunos ficarão na missão de 13 a 29 de julho. Serão 10 rondonistas, entre eles, duas professoras, a Cristiani Banderó Walker (Vice-Coordenadora da equipe) e a Carla Dornelles.

 

Os oito alunos são: Cleton Salbego (Enfermagem), Vanessa Cristina Dalenogare e Mitielle Saccol Fernandes (Direito), Vilson Menezes (Psicologia),  Lais Bertolo Rebelo Soares e Vanessa Pereira Salles (Farmácia), Lucas Billo Dias (Pedagogia) e Cátia Luzia Bonotto (História).

 

Esses encontros que acontecem desde o início de junho, estão sendo realizados com o intuito da elaboração das propostas nos eixos educação, saúde, cultura, direitos humanos e justiça, conforme orientação do Ministério da Defesa. Por lá, os Rondonistas farão oficinas, dinâmicas, rodadas de conversas, minicursos, ações com a comunidade, ações com a mídia local, entre outras frentes de trabalho.

Durante os dias de Rondon, participantes vivenciam diferentes realidades

Foto: Ilustrativa

 

 

Os cursos da URI- Campus Santiago envolvidos são: Psicologia, História, Direito, Enfermagem, Farmácia e Pedagogia. O Projeto Rondon tem o cidadão universitário como o agente diretamente envolvido nele. Cabe a ele, portanto, responsabilidade social. O legal também, é que o acadêmico tem a oportunidade de desenvolver atividades de sua área de conhecimento em um local com diferentes culturas e com uma realidade sócio-econômica que gera a reflexão contínua sobre suas atividades. “O projeto gera a conscientização social, proporciona aos acadêmicos uma ótica crítica sobre questões sociais, e faz com que ocorra a problematização do contexto do nosso país”, explicou a professora Carla. No Rondon, o acadêmico instrumentaliza a comunidade, capacita multiplicadores e vivencia o diálogo da realidade com a vivência acadêmica. Tudo isso, vem ao encontro da visão e missão da URI, que é formar profissionais éticos e competentes, inseridos na comunidade regional, que sejam capazes de construir o conhecimento e promover a cultura e o intercâmbio.

 

A seleção aconteceu através de processo seletivo, que foi composto de análise de carta de intenção, entrevista e dinâmica de grupo. A Psicóloga, do setor de Recursos Humanos da URI, Rita Nicola, contribuiu no processo. A Universidade já participou do projeto em 2010, tendo sido o único campus participante. Mas, o aluno da URI não se contenta apenas em ir participar do projeto em uma cidade longe daqui, diante de uma outra realidade. Todo esse processo de envio das propostas para o Ministério da Defesa surgiu da iniciativa e anseio de alunos que sempre estiveram atentos aos editais e convites realizados às instituições de ensino superior para participação, comemorou a professora Carla.

O Núcleo de Comunicação estará acompanhando essa viagem, trazendo até você todas as informações deste importante momento vivido pelos acadêmicos, professores, toda a URI.

Núcleo de Comunicação

URI- Campus Santiago


Esta notcia foi visualizada 1933 vez(es).




Mais notícias

Ver todas
Texto: A+ A- A
GLPI GLPI CampusNET ProfessorNET Rádio URI FM Horários 2012 Laboratrios Calendrio Manual Manual formatura Boletos



Desenvolvido por Rafael Olanda/NI
RSS Feed CSS xHTML
Avenida Batista Bonoto Sobrinho, 733 - Santiago/RS - 97700-000 - Fones: 0xx55 3251-3151 / 3251-3157