× Atenção! Este site foi descontinuado em 18/05/2016. Visite o novo site: clique aqui.
Notícias

Reportagem Especial: O Toque Feminino na Direção da URI

07/03/2013

A manhã da quarta-feira do dia 16 de maio de 1973 tornava-se mais bonita, determinada e delicada. Michele Noal Beltrão nasceu no Hospital de Caridade Astrogildo de Azevedo, em Santa Maria. É taurina, mas acredita que não das típicas: “Mas podes contar com a minha amizade, palavra e teimosia”, diz. Adora estudar e trabalhar cedo. Em parte isso se deve ao fato de ter nascido pela manhã, pensa Michele. Mas a Diretora Acadêmica da URI tem suas raízes na nossa Santiago do Boqueirão: é filha de um santiaguense, Gaspar Martins Beltrão, e de uma santamariense, Carmen Therezinha Noal Beltrão. “Meu pai um advogado e minha mãe uma dona de casa, dos quais tenho muito orgulho de dizer que sou filha”. 
 

 

Michele tem quatro irmãos. “Tenho uma boa diferença deles, o que fez com que a nossa relação seja mais que fraternal. Eles sempre tiveram um cuidado comigo. São todos muito especiais”. Estudou no Colégio Fátima (1º grau), foi para o Colégio Riachuelo fazer o 2º grau e na Universidade Federal de Santa Maria graduou-se em Direito. Depois de formada, teve um caminho de muitas conquistas: na FAFRA, hoje UNIFRA, realizou Especialização em Direito Público, na UNICRUZ fez Especialização em Direito Público e Cidadania e na UNISC tornou-se Mestre em Direito Público.

 

Sua primeira experiência no mundo do trabalho foi como bolsista do CNPq. Considera que nas duas experiências que teve, aprendeu sobre responsabilidade de prazos e de relatórios. Nos dois últimos anos da faculdade, Michele estagiou com um Magistrado em um escritório de advocacia. “O que me permitiu no primeiro dia útil depois da formatura, já estar trabalhando”, conta. Após seis anos neste local, montou um escritório de advocacia com outra colega, quando advogou intensamente de 1996 a 2001. Na época do início do mestrado, foi convidada para dar aula no Grécia Cursos, FM Cursos e UNISC e, logo após, na URI. “A partir daí, 2001, uma disciplina, mais duas, mais outra, coordenação do Curso de Direito e, na sequência, esta Direção Acadêmica”, relembra Michele.

 

 

Foi aqui em Santiago, que encontrou o companheiro de vida, há dez anos. Da união com Antonio Augusto Biermann Pinto veio a Valentina. Doce, forte, esperta e, como bem diz o nome, valente. “Amor de nossas vidas”, complementa.

 

 

Impossível pensar a direção da URI sem esta presença feminina. Formou com o Diretor Geral, professor Francisco Gorski, e com o Diretor Administrativo, Jorge Padilha, um trio especial. “Acredito que estar a frente da URI, esta grande instituição, seja um desafio muito grande e, cada vez mais, instigador. Nenhum dia é igual ao outro. Experiências muito válidas com relação ao convívio com o outro, comigo, com a comunidade. Uma experiência de gestão acadêmica enriquecedora. Oportunidade de conhecer as humanidades várias. Exercício 'de' e 'para' alteridade, cuidado ético com o outro”. Michele destaca a importância da inserção da URI na comunidade por meio das atividades extensionistas, as quais a fazem efetivamente uma universidade comunitária. Falar em extensão é falar de Michele: a Diretora é uma apaixonada pelas pessoas e por projetos que oportunizem uma vida melhor aos que mais precisam.

 

 

A data de 08 de março, mais do que lembrar das mulheres russas que lutaram por melhores condições de vida e de trabalho, serve para reflexão sobre a necessidade das mulheres e homens caminharem juntos, buscando construir um Mundo melhor e buscando ser felizes! Michele, a personagem central desta reportagem, mulher corajosa, compreensiva, determinada, sensível, que torna mais humano e leve qualquer ambiente, é a homenageada pelo dia da mulher. E assim, a URI estende a homenagem a todas as mulheres URI e das comunidades onde está inserida. 

 

“Nesse dia especial, gostaria de ressaltar a importância das mulheres na construção de uma sociedade igualitária e de bem estar para todos, e parabenizá-las pelas conquistas e avanços já obtidos nesse sentido”, disse Michele.

 

A URI Santiago deixa os parabéns a todas as mulheres! Que seja uma data muito agradável ao lado dos amigos, amores e família!

 

Núcleo de Comunicação

URI- Santiago

 

 


Esta notícia foi visualizada 1265 vez(es).




Mais notícias

Ver todas
Texto: A+ A- A
GLPI GLPI CampusNET ProfessorNET Rádio URI FM Horários 2012 Laboratórios Calendário Manual Manual formatura Boletos



Desenvolvido por Rafael Olanda/NI
RSS Feed CSS xHTML
Avenida Batista Bonoto Sobrinho, 733 - Santiago/RS - 97700-000 - Fones: 0xx55 3251-3151 / 3251-3157