× Atenção! Este site foi descontinuado em 18/05/2016. Visite o novo site: clique aqui.
Notícias

Curso de Enfermagem da URI Santiago é parceiro na luta contra a dengue

10/05/2013

“Sempre é Hora de Combater a Dengue”. Com este tema, o Ministério da Saúde busca alertar as populações sobre a doença, pedindo que todos fiquem de olho em suas casas e no seu trabalho, eliminando tudo que possa se transformar em foco de mosquito. 

 

E, por ser sempre hora de combater a dengue, os alunos do 5º e 7° semestres do curso de Enfermagem da URI Câmpus Santiago estão participando dos arrastões de prevenção da dengue que as equipes dos ESF’s São Vicente/Itú e Carlos Humberto estão desenvolvendo nos bairros de suas áreas de abrangência. A atividade é desenvolvida durante as disciplinas de Enfermagem em Saúde Coletiva, sendo que os acadêmicos estão sendo acompanhados pela professora Sandra Ost.

 

O grupo vai indo, de casa em casa, acompanhados dos agentes comunitários de saúde e demais profissionais dos ESF’s. “A comunidade é bem receptiva neste sentido. As pessoas nos atendem, conversam, trocam uma ideia, alguns ajudam na oportunidade, dizendo que algum lugar que eles conhecem tem água parada”, comentou a professora.

 

É preciso ficar atento porque os sintomas da dengue são parecidos com os da gripe ou resfriado, mas, neste caso, o destaque é a febre alta. Também, podem aparecer manchas vermelhas pelo corpo.

 

Foto: divulgação

 

 

Mais:
- Atenção para os sintomas: febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dor no corpo e nas juntas e manchas vermelhas pelo corpo. Ao observar dois ou mais sintomas, vá imediatamente a uma unidade de saúde.

 

- A dengue pode ser transmitida por duas espécies de mosquitos (Aëdes aegypti e Aëdes albopictus), que picam durante o dia e a noite, ao contrário do mosquito comum, que pica durante a noite. Os transmissores de dengue, principalmente o Aëdes aegypti, proliferam-se dentro ou nas proximidades de habitações (casas, apartamentos, hotéis), em recipientes onde se acumula água limpa (vasos de plantas, pneus velhos, cisternas etc.).

 

- O Mosquito Aedes aegypti mede menos de um centímetro, tem aparência inofensiva, cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas. O indivíduo não percebe a picada, pois no momento não dói e nem coça.

 

- Reúna seus familiares e vizinhos no combate à dengue. E cuide da sua casa. Como fazer sua parte? Veja:

 

- Mantenha bem tapados tonéis e barris d’água
- Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas
- Feche bem o saco de lixo e deixe-o fora do alcance de animais
- Não deixe água acumulada sobre a laje
- Mantenha a caixa d’água bem fechada
- Vire todas as garrafas com a boca para baixo e evite que acumule água dentro delas
- Coloque no lixo todo objeto não utilizado que possa acumular água
- Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada
- Encha de areia até a borda os pratos das plantas ou lave-os semanalmente com escova
- Lave por dentro com escova e sabão os utensílios usados para guardar água em casa
- Lave semanalmente por dentro com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água e troque a água dos vasos de plantas aquáticas e lave-os com escova, água e sabão uma vez por semana

 

 

Núcleo de Comunicação

URI- Santiago


Esta notícia foi visualizada 1020 vez(es).




Mais notícias

Ver todas
Texto: A+ A- A
GLPI GLPI CampusNET ProfessorNET Rádio URI FM Horários 2012 Laboratórios Calendário Manual Manual formatura Boletos



Desenvolvido por Rafael Olanda/NI
RSS Feed CSS xHTML
Avenida Batista Bonoto Sobrinho, 733 - Santiago/RS - 97700-000 - Fones: 0xx55 3251-3151 / 3251-3157