× Atenção! Este site foi descontinuado em 18/05/2016. Visite o novo site: clique aqui.
Notícias

IV Ciclo de Formação Continuada da URI

03/03/2015

Na abertura do IV Ciclo de Formação Continuada de Coordenadores Gestão Estratégica da Rede Colaborativa da URI, o reitor Luiz Mario Silveira Spinelli destacou que manifesta algumas angústias como por exemplo: “ainda quero um aperfeiçoamento do processo democrático dentro da URI”. O reitor salientou a importância da participação de todos os colegiados da instituição e do bom funcionamento de todas as instâncias, que somadas contribuirão para o bom funcionamento da universidade como um todo. “Este espírito, mesmo com ideias diferenciadas tem que nos unir. Temos que trabalhar e concorrer para evitar rupturas”, observou ao sublinhar a importância de exercer liderança e corresponsabilidade.

 

 

Na abertura da sua manifestação nesta terça-feira às 9h na URI Erechim, na primeira etapa do IV Ciclo de formação Continuada e que será desenvolvida em todos os câmpus, o reitor disse que tratava-se de um momento “despretencioso e especial. Estamos construindo de forma conjunta  tudo isso. Não existe solução mágica. Tudo na universidade é construído com o comprometimento de todos”. Salientando que a URI é uma instituição complexa, “às vezes a gente fica muito distante, mas está muito próximo de tudo”, Luiz Mario Spinelli sublinhou que “estamos vivendo um início de ano meio atípico que remete a angústia”. Até por isso rendeu-se ao evento afirmando que “gosto muito dele. Ele nos oxigena, ele nos intera. São dias que passamos juntos para refletir sobre nós e a instituição”.

 

 

 

Plano de Gestão

O reitor também falou sobre o Plano de Gestão (2014/2018) e “sabem quem escreveu isto que está aqui?”, questionou para ele mesmo responder: “todos que estão aqui e nos outros câmpus”. Abordou uma série de itens que compõem os princípios da URI e que foram cuidadosamente debatidos em reunião no ano passado. Entre as novidades, destacou como novidades, a preocupação e o comprometimento total da URI com o desenvolvimento regional, com a vida e ambiente, gestão democrática, sustentabilidade e internacionalização. Concitou ainda a quem tiver sugestões para contatos internacionais ou ideias de interesse da universidade, que as apresentem e que todos leiam o Plano de Gestão.

 

 

Prosseguindo na sua fala o reitor pediu que o público presente refletisse sobre indicativos como um agir diferenciado, trabalho em equipe, competência para definir prioridades, conhecimento, controle e acompanhamento do PPC, escuta sensível e ativa, incentivo para inovação, incentivo para aprendizagem, estudo da legislação educacional, planejamento de ações e metas com cronograma, recredenciamento e PDI, conhecimento sobre o que se faz em cada função específica, a família que somos todos nós, lógica de seqüencialidade regressiva (nivelamento) e a importância da avaliação.
Também apelou que os participantes refletissem sobre o que quer a universidade, o que quer o curso, quem é este aluno contemporâneo, conhecemos os professores?, e, quem é o responsável por aprendizagens que não acontecem (reprovação, evasão...). Finalmente, o reitor apelou a que todos os envolvidos na universidade refletissem de que não cabe mais transferir responsabilidades, reconhecer as diferenças e a universidade de hoje.

 

 

Diretor do câmpus

O diretor do câmpus da URI Erechim, Paulo José Sponchiado, abriu os trabalhos afirmando que “continuamos a nos perguntar sobre a escola do futuro” e reconheceu que não é fácil encontrar soluções para todos os desafios que aparecem diariamente na gestão da instituição. Formulou, porém, três aspectos que considera importantes: importância da coordenação pedagógica qualificada, formação docente sólida com professores capazes, e alunos comprometidos. O diretor Paulo José Sponchiado abordou ainda, superficialmente, as medidas restritivas que estão surgindo nas mais diferentes áreas da economia no país e possíveis implicações.

 

 

 

O evento

Pela manhã houve também abordagem do tema ‘Psicologia da aprendizagem: diálogos entre ensinar e aprender’ pelos professores mestres Jacqueline Bianchi Enricone e Felipe Biasus, À tarde foram realizadas em dois grupos distintos as seguintes atividades: Plataforma Moodle: ferramenta auxiliar na autonomia da aprendizagem do acadêmico, com Prof. Ms. Maurício Sulzbach - URI – Frederico Westphalen; e C. Map tools (mapas conceituais): ferramenta que faz a diferença no processo de aprendizagem, com o Prof. Ms. Marcos André Costa - URI - Santo Ângelo.

 

 

Também houve espaço para debater o segmento: Escolas de Educação Básica ‘Que Escola somos? Que Escola queremos?’, com a Profª. Ms. Rosane Vontobel Rodrigues - Pró-Reitora de Ensino e para os técnicos administrativos ‘Processos de Mudança’ com a temática “Mudar é Complicado? Acomodar é perecer!” Mario Sérgio Cortella, pela Profª. Ms. Giana Bernardi Brum Vendrusculo - URI - Santo Ângelo. Às 17h ocorre o encerramento.

 

 

O evento realizado na manhã desta terça-feira em Erechim contou também com a presença da pró-reitora de Ensino, Rosane Vontobel Rodrigues, do pró-reitor de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação, Giovani Palma Bastos e do pró-reitor de Administração Henrique De Cesaro, além de da direção da URI Erechim, de chefes de departamentos, coordenadores de área e professores.

 

O cronograma do IV Ciclo de Formação Continuada da URI prevê a realização do evento em Frederico Westphalen  no dia 5 de março, em Santiago no dia 17, em Santo Ângelo, no dia 18, em São Luiz Gonzaga, 25 e em Cerro Largo no dia 26 de março.

 

Fotos: ASSCOM Reitoria URI

 

 

Texto: Reitoria URI

 

 

 

Postado por Núcleo de Comunicação

URI- Santiago


Esta notícia foi visualizada 869 vez(es).




Mais notícias

Ver todas
Texto: A+ A- A
GLPI GLPI CampusNET ProfessorNET Rádio URI FM Horários 2012 Laboratórios Calendário Manual Manual formatura Boletos



Desenvolvido por Rafael Olanda/NI
RSS Feed CSS xHTML
Avenida Batista Bonoto Sobrinho, 733 - Santiago/RS - 97700-000 - Fones: 0xx55 3251-3151 / 3251-3157