Ateno! Este site foi descontinuado em 18/05/2016. Visite o novo site: clique aqui.
Notícias

URI protagonista: Universidade foi palco de importante debate

19/06/2015

A URI Santiago foi palco de um importante debate na noite fria de quinta-feira (18). Através do Diretório Acadêmico de Direito Moisés Viana, ocorreu o 1º Fórum Acadêmico de Debates, debatendo, em sua 1ª edição, a redução da maioridade penal. Foram parceiros na realização do encontro o curso de Direito e os grupos de estudos GEIA- Grupo de Estudos da Infância e da Adolescência  e GEPCRIM - Grupo de Estudos de Execução Penal e Criminologia.

 

Para Michele Noal Beltrão, diretora acadêmica do Câmpus, e Fernando Oliveira, presidente do diretório acadêmico, o tema precisava ser debatido na academia. Michele evidenciou o protagonismo do diretório, dos alunos, o que traz muita energia e motivação a todos.

 

Michele fez um reconhecimento ao diretório

 

 

Várias autoridades participaram do evento, entre elas, o presidente do Legislativo santiaguense, Claudio Cardoso, o promotor Diego Prux, o deputado estadual Jorge Pozzobon, os vereadores Iara Castiel e Sergio Marion, o major Joni Alvim de Oliveira, da Brigada Militar, os secretários municipais de educação e desenvolvimento social, Denise Cardoso e Rodrigo Gorski, o advogado José Marcelo Palmeiro, presidente da OAB subseção Santiago/Jaguari, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA), Maria Cassanta, etc. Na plateia, também estavam conselheiras tutelares e representantes de entidades como Centro de Atendimento Socioeducativo de Santa Maria (CASE), Centro de Atendimento Socioeducativo em Semiliberdade (CASEMI), ONG Casulo e de demais entidades de atendimento à criança e ao adolescente.

 

Na acolhida inicial, além do pronunciamento de Michele e Fernando, a integrante do Diretório Central de Estudantes, Maida Mazoy, acadêmica de Psicologia, realizou um convite a todos relativo às futuras eleições do DCE.

 

Subiram ao palco para o debate o advogado João Gentil de Andrade Ávila, representando a OAB; Maria de Lourdes Stieler, representante do CASEMI; Criscévore Santi Pes, vice-diretora da CASE (egressa da URI); major Joni, do 5ºRPMon; promotor Diego Prux; professores da URI Santiago Rosangela Montagner e Pedro Pacheco; deputado Pozzobon; conselheira tutelar Judaiba Ramos e secretários municipais Rodrigo e Denise. Tudo foi mediado por Fernando Oliveira.

 

 

Antes de darem propriamente suas opiniões, todos fizeram suas colocações, baseados em dados técnicos. Após, a plateia teve a chance de perguntar e opinar. Um evento questionador, de reflexões e principalmente, de informação, o que todos precisam para depois ter seu posicionamento. 

 

Criscévore é egressa da Universidade

 

Promotor em sua fala

 

Fotos: NUCOM

 

 

Veja AQUI as fotos do evento

 

 

Com a Rádio URI FM:

 

Prux salientou à Rádio URI FM: “De fato é um tema que está mexendo muito com a comunidade, então deve justamente acontecer estes debates para que não haja qualquer decisão precipitada, mas pensada em prol do que é melhor, principalmente para a sociedade e também para que se possa, através dos infratores, por meio desta nova política, se adotar ou não medidas que possam evitar reincidências nos atos infracionais ou nos crimes e que a sociedade possa viver em maior harmonia”.

 

A coordenadora do curso de Direito, Adriane Damian Pereira, destacou para a reportagem da rádio que foi um evento para o amadurecimento de ideias. “Para nos manifestarmos contra ou a favor da redução da maioridade penal, é muito importante conhecermos de fundo este assunto. Sabermos a realidade do nosso sistema carcerário, sabermos a superlotação, como é hoje a questão de repasses de verbas para estes locais”.  Para ela, outro ponto importante é conhecer como o Estatuto da Criança e do Adolescente prepara esta questão do ato infracional para receber crianças e adolescentes que cometem as infrações.

 

O acadêmico Fernando Oliveira, presidente do DA, salientou que é um projeto piloto, o qual terá continuidade. “A academia tem que ser palco, tem que promover este tipo de debate”.

 

A professora Michele Beltrão, que também coordena o Grupo de Estudos da Infância e Adolescência, destacou a felicidade em a Universidade, mais uma vez, ser palco de uma grande discussão. “Esperamos que realmente este debate frutifique. Que nossos adolescentes e acadêmicos (e também nós temos alunos da escola da URI e de outras escolas), possam aprender um pouco, e, sendo a favor ou contra, saiam com argumentos mais sólidos”. 

 

Ouça a matéria completa às 11h.

 

Núcleo de Comunicação

URI- Santiago


Esta notcia foi visualizada 862 vez(es).




Mais notícias

Ver todas
Texto: A+ A- A
GLPI GLPI CampusNET ProfessorNET Rádio URI FM Horários 2012 Laboratrios Calendrio Manual Manual formatura Boletos



Desenvolvido por Rafael Olanda/NI
RSS Feed CSS xHTML
Avenida Batista Bonoto Sobrinho, 733 - Santiago/RS - 97700-000 - Fones: 0xx55 3251-3151 / 3251-3157