× Atenção! Este site foi descontinuado em 18/05/2016. Visite o novo site: clique aqui.
Notícias

VII Seminário de Formação Continuada de Gestores reúne mais de 200 pessoas

22/07/2015

O reitor da URI, Luiz Mario Spinelli, fez na segunda-feira, 20, na abertura do VII Seminário de Formação Continuada de Gestores da URI, uma ampla abordagem sobre todos os passos que cercam a instituição com vistas aos seu recredenciamento. Abordando o tema ‘Recredenciamento e Consolidação da URI’, Luiz Mario Spinelli salientou a universidade como uma instituição que sempre está em construção. “Precisamos aceitar o novo e a minha proposta e provocá-los e entusiasmá-los para um comprometimento ainda maior para com a nossa instituição”. Disse Luiz Mário: “Nem sempre a ‘coisa’ é com o outro. É preciso assumir. É com a gente...”, destacou.

 

Sempre focando o recredenciamento que a URI vai buscar em 2016 junto ao MEC, o reitor lembrou de metas a curto prazo que precisam ser cumpridas para não ter problemas mais à  frente. Fez um agradecimento especial à pró-reitora Rosane Vontobel Rodrigues de levar esse sonho à frente, sempre com serenidade, referindo-se a eventos como a Formação Continuada de Gestores.

 

Com uma manifestação mais técnica sobre a instituição, o reitor discorreu sobre a sociedade do conhecimento e suas fases (industrial, informação, novo papel da educação superior, inovação e pesquisa) e internacionalização (globalização vista num mundo plano e comunicação e educação, como tópicos a serem reforçados).  “Estamos vivenciando este momento dentro da URI”, observou. O reitor ainda abordou o Brasil e seus paradoxos no meio educacional onde a escola precisa cada vez mais preocupar-se em formar pessoal qualificado e que a universidade deve se preocupar com os desequilíbrios na procura por cursos. Disse que a instituição deve ter preocupação com a empregabilidade dos formandos. Alertou que os mercados estão exercendo cada vez mais influências na agenda da pesquisas das universidades.

 

A questão da sustentabilidade (financeira) da universidade também passa por um processo de mudanças. “O financiamento do estado está diminuindo e fontes alternativas precisam ser encontradas”. Abordou ainda o Plano de Gestão 2014 – 2018, “construído por todos” e que há metas a curto prazo, como ‘recredenciar, inovação e internacionalização’, que precisam ser contempladas. Citou a criação de um Grupo de Trabalho com 12 pessoas de todas as unidades que já vem trabalhando no processo de recredenciamento desde outubro de 2014. “Ajudem estas pessoas”, pediu à plateia.

 

 

 

Pró-Reitora de Ensino

 

Para detalhar melhor as ações já realizadas e metas a serem atingidas em um prazo maior, o reitor passou a palavra à pró-reitora de Ensino, Rosane Vontobel Rodrigues. “Aqui estão os gestores da URI, as nossas direções, chefes de departamentos, áreas de conhecimento, das nossas escolas, técnicos administrativos... que são os responsáveis maiores pelo recredenciamento”, disse. Entre as metas já atingidas estão a contextualização da URI que passa a ser identificada como uma IESC (Instituição de Ensino Superior Comunitária), planejamento e avaliação institucional e desenvolvimento institucional. Para os meses de agosto e setembro a meta é política acadêmica; outubro e novembro, política de gestão; janeiro e fevereiro de 2016, infraestrutura física, em março a revisão dos documentos e em abril de 2016, protocolo na e-MEC do pedido de recredenciamento. “Temos ainda algumas fragilidades, mas iremos superar, sempre com coerência entre o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e as ações já desenvolvidas”, observou a pró-reitora Professora Rosane. Na sua fala em momento algum a pró-reitora deixou de dar ênfase à necessidade de “padronizar os nossos documentos internos”, porquanto ainda não é do conhecimento da URI se todas as unidades serão visitadas ou não pela equipe do MEC. “Por isso a necessidade de padronizar os nossos documentos” recomendou mais uma vez.

 

 

Luiz Mario Spinelli retomou a palavra insistindo na temática da internacionalização e da inovação, bem como sobre o recredenciamento e os desafios que aguardam a URI neste aspecto. Ao final lembrou que a URI já conquistou seu curso de Medicina e que é indispensável o compromisso e comprometimento de todos com o atual momento da universidade. Elogiou a colaboração ativa dos setores e pediu que “prestem informações ao Grupo de Trabalho que trabalha com vistas ao recredenciamento. Temos que criar condições de ‘fazer acontecer’”, salientou agradecendo ao trabalho já realizado, “mas não dá parar parar”, observou. Finalizou dizendo que “não se faz revolução educacional sem educação. Esta é a saída”, disse, desejando a todos um exitoso seminário.

 

Abertura

 

O evento foi aberto oficialmente às 13h30min com momento cultural pelo trio Stand By e de acolhimento pelo diretor geral da URI Erechim, professor Paulo José Sponchiado. O diretor também salientou o mundo de transformações que todos vivem, mas que a novidade maior está na velocidade das mudanças. “Precisamos estar à frente, sempre atualizados e bem informados sobre as novas tendências, envolvendo todos os gestores da universidade”.

 

Às 16h foi apresentado o ‘Case – Uniamérica – Inovação no Ensino Superior’ pela Profª. MS. Norma Viapiana da Uniamérica (foto). Às 19h, teve novo momento cultural com show de patinação com os Reis das Rodas. Às 20h a exposição ‘Janelas da vida: brinquedos e brincadeiras’ no Espaço Cultura Viva. Às 20h30min, o seminário trouxe um jantar de integração em um restaurante da cidade.

 

 

 

No primeiro dia do Seminário estiveram presentes, o Professor Luiz Mario Silveira Spinelli, Magnífico Reitor da URI; Professora Rosane Vontobel Rodrigues, Pró-Reitora de Ensino da URI; Professor Giovani Palma Bastos, Pró-Reitor de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação da URI; Professor Nestor Henrique De Cesaro, Pró-Reitor de Administração da URI; Professor Paulo José Sponchiado, Diretor Geral da URI Erechim; Professora Silvia Regina Canan, Diretora Geral da URI Frederico Westphalen; Professora Dinara Bortoli Tomasi, Diretora Geral da URI São Luiz Gonzaga; Professor Edson Bolzan, Diretor Geral da URI Cerro Largo; Professora Elisabete Maria Zanin, Diretora Acadêmica da URI Erechim; Professora Elisabete Cerutti, Diretora Acadêmica da URI Frederico Westphalen; Professor Paulo Roberto Giollo, Diretor Administrativo da URI Erechim; Professor Clovis Quadros Hempel - Diretor Administrativo da URI Frederico Westphalen; Professor Jorge Padilha dos Santos - Diretor Administrativo da URI Santiago; Professor Alan Bresolin, Diretor da Escola de Educação Básica da URI Erechim; Professor Eliéser Lourega Pletsch, Diretor da Escola de Educação Básica da URI Santo Ângelo; Professora Roselaine de Fátima Lamberti - Diretora da Escola de Educação Básica da URI Santiago; Professor Neusa Maria Scheid - Coordenador do Mestrado em Ensino Científico e Tecnológico; Professor Vilmar Boff – Vice-Coordenador do Mestrado em Gestão Estratégica de Organizações; Professor João Martins Bertasso - Coordenador do Mestrado em Direito; Professora Edite Maria Sudbrack - Coordenadora do Mestrado em Educação; Professora Eunice Valduga - Coordenadora do Mestrado e Doutorado em Engenharia de Alimentos; e Professor Rodrigo Fornel - Coordenador do Mestrado em Ecologia, entre cerca de 200 participantes de todas as unidades da URI.


 

Trio Stand By

 

 

 

O evento teve continuidade na terça-feira, 21, encerrando em torno das 17h, com pronunciamento institucional de Rosane Vontobel Rodrigues.

 

 


 

Fotos: Mirella Saldanha e Assessoria URI Erechim

 

Texto: Assessoria Comunicação Reitoria

 

 

 

Núcleo de Comunicação

URI- Santiago

 


Esta notícia foi visualizada 414 vez(es).




Mais notícias

Ver todas
Texto: A+ A- A
GLPI GLPI CampusNET ProfessorNET Rádio URI FM Horários 2012 Laboratórios Calendário Manual Manual formatura Boletos



Desenvolvido por Rafael Olanda/NI
RSS Feed CSS xHTML
Avenida Batista Bonoto Sobrinho, 733 - Santiago/RS - 97700-000 - Fones: 0xx55 3251-3151 / 3251-3157